mercredi 24 octobre 2007

Pensando sobre o ser igreja


Falar de igreja, nunca é falar de um local sagrado, de um templo construído por mãos humanas, de um altar de granito, de vitrais maravilhosos, de grandes organizações e estratégias ou de um movimento religioso, seja ele qual for. Basta ler o Novo Testamento e você vai perceber isto.Falar de igreja, na verdade, é falar de vida compartilhada, de fé compartilhada, de amor compartihado, de misericórdia compartilhada, de necessidades compartilhadas, de dores e alegrias compartilhadas, de graças, serviços e dons compartilhados, de afetos compartilhados, de choros e risos compartilhados, de um caminhar em Deus, no chão da existência, compartilhado.Na visão de Jesus, o templo somos nós, o altar é o coração, o sagrado está na vida criada à imagem e semelhança de Deus e no Deus Criador de toda a vida; a adoração que o Pai procura é a rendição da intimidade do ser a Deus no dia a dia da existência; as verdadeiras riquezas só cabem no coração; o estar juntos é para nossa edificação e crescimento; algo que jamais devemos negligenciar ou colocar de lado, porque estamos, agora, mais pertos da vinda de Jesus, do que quando, no princípio cremos; a pregação é a proclamação da Palavra que anuncia a boa nova de Jesus e que nos instrui, ensina, corrige, encoraja, edifica e consola na caminhada; o Corpo é para que as pessoas levem as cargas umas das outras, orem umas pelas outras, socorram umas às outras em suas necessidades, dividam alegrias e tristezas, lutas e vitórias; experimentem juntas a largura, a altura, o comprimento e a profundidade do amor de Cristo, até que sejamos tomados de toda a plenitude de Deus.Igreja não é um evento, um congresso, uma conferência, atividades ou um projeto. Igreja são vidas que caminham juntas seguindo Jesus; gente que crê e confessa Jesus como seu Senhor; gente quebrada, imperfeita, que tem problemas e limitações, que chora, que luta e que é humana; mas que está sendo aperfeiçoada pela graça de Deus e que insiste no compromisso de andar em comunhão. Igreja fala de pessoas que têm nome, olhos, rosto, mãos, histórias, risos e lágrimas, dúvidas e certezas, momentos de fraqueza e de força. Igreja são pessoas por quem oramos e que oram por nós, gente com quem compartilhamos nossas angústias e dores, mas também nossas alegrias e momentos bons; pessoas a quem encorajamos e por quem somos encorajados na caminhada da fé.Não somos juízes dos nossos irmãos: somos irmãos. Não estamos aqui para ter domínio sobre a fé dos nossos irmãos; mas, para compartilhar da sua alegria na fé em Jesus. Não estamos aqui para responder todas as perguntas, mas para sermos fraternalmente amigos e nos compadecermos uns dos outros. Não estamos aqui para controlarmos a entrada do céu; mas, para anunciarmos as grandezas daquele que nos chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz e as boas notícias do Evangelho de Jesus. Não estamos aqui para condenar; mas, para amar, perdoar, expressar graça e compaixão, ser sal e luz, fazer diferença para o bem.Que possamos olhar para Jesus e reencontrar o verdadeiro sentido do ser igreja.

Por Alexandre Guzzardi, pastor brasileiro residente na Inglaterra.

1 commentaire:

Márcio a dit…

A paz Fernando
seja bem vindo blogueiro
estou a passar em agradecimento pela visita.
sobre o assunto " pensando sobre o ser igreja ",realmente somos a igreja de cristo,porque o nosso corpo é templo e morada do Espírito Santo.Temos que procurar olhar para o nosso senhor e não para à congregação,pois placa de igreja não salva ninguém.
um abraço do seu amigo virtual Márcio
ah ! DEUS abençôe